Notícia
3 de abril de 2018

Curso de Cuidador Comunitário inicia primeira turma no Cras da Betânia, zona sul

A primeira turma do curso “Cuidador Comunitário”, que conta com 54 alunos, teve início nesta terça-feira, 3/4, no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) da Betânia, zona sul de Manaus. O projeto é uma iniciativa da Escola de Serviço Público Municipal e Inclusão SocioEspi em parceria com a Fundação de Apoio do Idoso Doutor […]

por Fabíola Pascarelli

A primeira turma do curso “Cuidador Comunitário”, que conta com 54 alunos, teve início nesta terça-feira, 3/4, no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) da Betânia, zona sul de Manaus. O projeto é uma iniciativa da Escola de Serviço Público Municipal e Inclusão SocioEspi em parceria com a Fundação de Apoio do Idoso Doutor Thomas (FDT).

A diretora-presidente da FDT, Martha Moutinho, afirmou que “Cuidador de Idoso” é a profissão do futuro, já que a população está envelhecendo e vai necessitar cada vez mais desse tipo de profissional. “Por isso, aproveitem essa oportunidade para se qualificar”, ressaltou, lembrando que o objetivo do curso é ajudar a comunidade a cuidar dos idosos da família, com orientações sobre higiene, alimentação, exercícios físicos e qualidade de vida.

A vendedora autônoma Viviane Mineiro Ferreira, 51, é uma das participantes. Ela contou que resolveu fazer o curso para melhorar os cuidados com a mãe de 83 anos. “Eu soube que nesse curso ensinam técnicas de massagem, por exemplo. E como a minha mãe tem artrose e osteoporose, acredito que vou ampliar meus conhecimentos para oferecer um tratamento ainda melhor pra ela no dia a dia”, afirmou.

As aulas vão acontecer durante todo o mês de abril, sempre às terças e quintas-feiras, das 7h30 às 8h30. Diferentemente do curso Cuidador de Idoso, que tem extensa carga horária e prepara profissionais para atuar na assistência à terceira idade, o Cuidador Comunitário busca ajudar a comunidade a atender os idosos do seio familiar, com orientações sobre higiene, alimentação, exercícios físicos e qualidade de vida.

De acordo com o a diretora do Departamento de Educação e Aperfeiçoamento (Deap) da Espi, Jeânia Bezerra, essa é a primeira das seis edições do curso que estão na programação para este ano. A segunda está prevista para ocorrer em maio, na Casa de Acolhimento Mulheres com Câncer, no bairro Dom Pedro, zona centro-sul. As inscrições irão iniciar em breve.

Outras Notícias

ver mais

Comentários

Opinião

ver mais

Aniversariantes

  • 4 de janeiro de 2019MARCOS LIMA
  • 4 de janeiro de 2019REBECCA PESSOA
  • 18 de janeiro de 2019GEIZA CASTILHO
  • 19 de janeiro de 2019RUBENS CASTRO
  • 20 de janeiro de 2019DARCILENE RABELO
  • 22 de janeiro de 2019JOHN CARVALHO
  • 30 de janeiro de 2019ROMUALDO GOMES
AEC v1.0.4

Newsletter

Galeria

ver mais