Notícia
26 de julho de 2016

Prefeitura capacita bolsistas para auxiliarem no Programa Bolsa Família

Os treinamentos acontecem na sede da própria Espi, em dois horários das 8h as 11h e das 14h as 17h, de terça a sexta-feira

por Elisabeth Flor

A reunião de integração dos bolsistas do Programa Bolsa Universidade convocados para o projeto de auxilio administrativo na Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), ocorreu durante a segunda-feira na sede Escola de Serviço Público Municipal e Inclusão Socioeducacional (Espi).

A atividade foi desenvolvida em dois horários, matutino e vespertino, de acordo com a disponibilidade dos estudantes. Eles foram orientados sobre o que é a contrapartida, processo de vale transporte, além, de informações específicas do projeto que foram proferidas por uma equipe da Semsa, esclarecendo as dúvidas.

Romilson Farias que possui bolsa de 75% no curso de administração e de acordo com a lei tem de deve prestar 120 horas de contrapartida por semestre, se disse entusiasmado com o projeto, “A reunião foi produtiva, nos informaram o que vamos fazer, o que é a contrapartida, explicaram as nossas atribuições o que vamos desempenhar nas unidades de saúde, que será os lançamentos dos dados e, eu acho esse projeto algo bem interessante”, contou o bolsista.

Os bolsistas vão trabalhar no “Programa Bolsa Família – Inserção de Dados Cadastrais E-SUS”, para isso eles foram divididos por zonas de atuação, e cada zona receberá treinamento especifico no decorrer na semana, sendo coordenado pelo responsável de cada distrito.

O chefe do núcleo de monitoramento e avaliação da Semsa, Romulo do Vale destacou que é o primeiro ano que utilizam os bolsistas para suprir a carência de mão de obra, “A primeiro turma que veio para o treinamento foi muito receptiva, estamos aproveitando para que eles não trabalhem de uma forma alienada. Explicamos bem resumidamente como funciona uma equipe de estratégia de saúde da família, que é onde são produzidas as fichas que eles vão digitar” contou Romulo.

Os treinamentos também aconteceram na sede da própria Espi, em dois horários das 8h as 11h e das 14h as 17h, na terça-feira é o dia da zona sul, quarta-feira zona leste, quinta-feira ficaram as zonas oeste e rural e na sexta-feira é a vez da zona norte.

“A reunião foi muito boa, esclareceu algumas dúvidas que tínhamos a respeito do que vamos fazer durante a contrapartida. O treinamento vai ser uma simulação daquilo que vamos fazer no local onde vamos trabalhar, é algo essencial para a atividade que vamos desenvolver” destacou Luana Rodrigues bolsista que cursa serviço social e também possui benefício de 75%.

A partir de segunda-feira, 1, todas as zonas vão receber o auxilio dos estudantes, “O projeto está prevista para ser concluído em novembro, então, conformo os bolsistas forem completando as horas que eles precisam cumprir, acredito que convocaremos novos bolsistas” concluiu Romulo.

Outras Notícias

ver mais

Comentários

Opinião

ver mais

Aniversariantes

  • 29 de abril de 2019HERMIONE LINS
AEC v1.0.4

Newsletter

Galeria

ver mais