Notícia
16 de outubro de 2018

Viabilidade de projetos públicos é tema de capacitação para servidores da Prefeitura de Manaus

Desenvolver visão estratégica para projetos de parcerias e convênios. Este é o objetivo do curso “Viabilidade de Projetos Públicos”, que iniciou na tarde desta terça-feira, 16/10, na Casa Militar. A ação é coordenada pela Escola de Serviço Público Municipal e Inclusão Socioeducacional (Espi), vinculada à Secretaria Municipal de Administração, Planejamento e Gestão (Semad), em parceria […]

por Adrisa de Góes

Desenvolver visão estratégica para projetos de parcerias e convênios. Este é o objetivo do curso “Viabilidade de Projetos Públicos”, que iniciou na tarde desta terça-feira, 16/10, na Casa Militar.

A ação é coordenada pela Escola de Serviço Público Municipal e Inclusão Socioeducacional (Espi), vinculada à Secretaria Municipal de Administração, Planejamento e Gestão (Semad), em parceria com a Secretaria Municipal de Finanças, Tecnologia da Informação e Controle Interno (Semef).

A formação foi sinalizada pela Semef no Levantamento de Necessidades de Capacitação da Espi para 2018. O subsecretário de gestão da Semef, Alain Costa, destaca que o curso solicitado atende uma demanda de profissionais das secretarias da estrutura municipal, dentro das diretrizes do prefeito Arthur Virgílio e do projeto Manaus 2030. “Essa parceria com a Espi é fundamental para a capacitação e o aperfeiçoamento, não só dos nossos servidores, mas também como os de outras secretarias que também estão fazendo esse curso”.

Ministrado pelo mestre em gestão empresarial Aristides da Rocha, o curso visa discutir as ferramentas que contribuem para a visão estratégica quanto ao estabelecimento de parcerias e convênios, identificando os benefícios dos projetos, além dos impactos nas avaliações dos investimentos.

A servidora do Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb) Naiade Soares frisa que é fundamental no trabalho que desempenha conhecer as ferramentas que auxiliam na elaboração dos projetos. “Para viabilizarmos algum recurso, é necessária a apresentação de um projeto. Então, é importante termos conhecimento de como fazer um projeto bem feito, bem embasado para mostrar que ele é viável para a secretaria”.

O curso faz parte do “Programa de Orçamento e Finanças” da Espi, que visa aprimorar a elaboração dos instrumentos de gestão orçamentária e financeira, contribuindo para a qualidade do gasto público e para a manutenção do equilíbrio fiscal.

Serão abordados assuntos como noções básicas sobre projetos públicos, avaliação da viabilidade econômica e financeira com base em métodos eficientes de mensuração e avaliação, montagem do fluxo de valores, priorização de projetos no setor público, além de fluxo de caixa.

As aulas seguem nos próximos dias 18 e 19/10, na Casa Militar, localizada na avenida Pe. Agostinho Caballero Martin, 770, Compensa.

Texto e foto: Louise Batista / Semad

Outras Notícias

ver mais

Comentários

Opinião

ver mais

Aniversariantes

  • 14 de novembro de 2018ANTONIO MACIEL
  • 28 de novembro de 2018MARIA TUER
AEC v1.0.4

Newsletter

Galeria

ver mais