Institucional

ACESSO À INFORMAÇÃO 

Criada em 1990 e implementada em 1996, a Escola de Serviço Público Municipal e Inclusão Socioeducacional (Espi) assumiu os moldes atuais com a Lei Delegada nº 11 de 31 de julho de 2013, quando fundiram-se a Fundação Escola de Serviço Público Municipal (Fespm) e a Fundação Escola de Inclusão Socioeducacional (FMDS).

Assim, o novo o órgão, com status de subsecretaria, passou a ser vinculado à Secretaria Municipal de Administração, Planejamento e Gestão (Semad), com a missão de capacitar os servidores públicos, agentes públicos e políticos do Município, além de gerir os programas de inclusão socioeducacional da Prefeitura de Manaus: Programa Bolsa Universidade (PBU), Bolsa Idiomas (PBI) e Bolsa Pós-Graduação (PBPG).

Já em 2014, a Espi/Semad aderiu à modalidade de Ensino a Distancia (EaD), ampliando as suas ofertas de qualificação para cursos destinados aos seus servidores e bolsistas. Os cursos são realizados pela internet, em sua plataforma digital, e permitem que os interessados possam qualificar-se sem precisar se deslocar até à sede.

Primando pelo planejamento estratégico, organização e transparência no serviço público, os cursos oferecidos pela Escola estão descritos no calendário anual de atividades, que é montado por meio do Levantamento de Necessidades de Capacitação (LNC), em que a Espi/Semad envias às demais secretarias municipais ofício solicitando a demanda de capacitação das pastas. A programação é criada a partir das respostas das secretarias.

 

Opinião

ver mais

Galeria

ver mais

Newsletter